Telemedicina e Telessaúde: entenda quais são as diferenças

por maislaudo / Há 2 semanas
telemedicina-e-telessaude

Tudo sobre Telemedicina e Telessaúde

Você provavelmente já ouviu falar sobre telemedicina e telessaúde em algum momento, certo? Os termos são muito comuns na rotina médica, mas você sabe exatamente qual a diferença entre eles? 

Por estarem relacionados a avanços tecnológicos alcançados na área da saúde muitas pessoas acreditam que eles são sinônimos, mas não é bem assim. 

No texto a seguir vamos explicar quais são as principais diferenças entre telemedicina e telessaúde. Assim como apresentar as práticas de cada um destes conceitos que podem ser aplicados no dia a dia da sua clínica médica. Confira! 

O que é telessaúde? 

A telessaúde é a utilização de sistemas de informação, comunicação e tecnologias em geral na área da saúde. Podendo ser aplicados em diversos setores, seja na área de diagnóstico, em procedimentos cirúrgicos ou até mesmo na rotina administrativa dos serviços de saúde. 

O que é telemedicina? 

A telemedicina é um ramo da medicina que, através de tecnologias de informática e telecomunicações, facilita a troca de informações entre profissionais de saúde. E, por meio disso, aumenta a disponibilidade de diagnósticos e tratamentos aos pacientes. 

Logo, a telemedicina é uma categoria que está englobada dentro do conceito da telessaúde. Porém, ela traz direcionamentos mais específicos. Estes podem ser definidos em três principais áreas de atuação, são elas: teleassistência, teleducação e emissão de laudos a distância

Entenda melhor cada um deles a seguir: 

Teleassistência

É a utilização de recursos tecnológicos para diminuir as distâncias geográficas em benefício do tratamento do paciente. Ou seja, na construção de um diagnóstico cada vez mais preciso.

Através da teleassistência, profissionais que estão a quilômetros de distância podem trocar experiências e contribuir para a qualificação no atendimento oferecido ao paciente. 

Teleducação

Devido aos avanços alcançados com a tecnologia, o acesso à informação ficou muito mais simples. Atualmente é possível se capacitar sem nem precisar sair de casa, através de cursos onlines, videoconferências etc.

Ou seja, a teleducação diz respeito à possibilidade dos profissionais de saúde se manterem atualizados com apoio de recursos tecnológicos. 

Emissão de laudos à distância

Este é o ramo da telemedicina que possui maior abrangência atualmente. Funciona da seguinte maneira: sua clínica médica deve contratar uma empresa terceirizada que ficará responsável pela elaboração do laudo médico.

Ou seja, sua clínica não precisa contar com uma equipe exclusiva para atender à alta demanda de exames, gerando com isso uma redução de custos considerável.

A Mais Laudo realiza o serviço de laudo à distância de variados tipos de exames. Estes são entregues para sua instituição em até 24 horas. Faça um teste gratuito e comprove os benefícios. 

Principais diferenças entre telemedicina e telessaúde 

A principal diferença entre telemedicina e telessaúde é que a primeira é uma área de atuação mais direcionada. Ou seja, a telemedicina é uma categoria dentro da telessaúde

Podemos dizer, portanto, que a telessaúde é um termo mais abrangente. Ela engloba toda e qualquer utilização de serviços de transmissão de informações e tecnologias em geral como benefício da assistência em saúde. 

Agora, já a telemedicina é mais voltada para serviços complementares às práticas médicas. Ou seja, práticas utilizadas pelos profissionais da área com o intuito de otimizar o atendimento no geral. 

Importância da telemedicina e telessaúde na rotina das clínicas 

A telessaúde e telemedicina foram práticas que transformaram significativamente a área da saúde como um todo. Um dos principais benefícios foi a simplificação e otimização da rotina de instituições médicas, com utilização de recursos como softwares e aplicativos de gestão, por exemplo. 

Podemos citar diversos outros avanços que a telessaúde e telemedicina trouxeram, como a utilização da tecnologia Health Mobile no tratamento de pacientes. Assim como a Internet das Coisas (IoT), que integra dispositivos médicos a uma rede de comunicação onde ocorre a troca e coleta de informações.

Logo, podemos concluir que a utilização de práticas de telemedicina e telessaúde são imprescindíveis atualmente para instituições de saúde que querem ser mais competitivas no mercado. Utiliza-lás a seu favor é o melhor aliado para otimização da gestão hospitalar e qualificação no atendimento oferecido.  

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Telemedicina: como funciona e quais são as suas vantagens

Muito se fala atualmente dos benefícios da telemedicina aplicados nas instituições de saúde. Mas, você sabe como a telemedicina funciona na prática? Essa é uma prática que tem revolucionado a área da saúde em todo mundo, trazendo benefícios como o aumento na dinamicidade na assistência médica, otimização do atendimento médico, agilidade no diagnóstico e muito […]
LEIA MAIS

Conheça 5 benefícios da telessaúde para a medicina ocupacional

Você já ouviu falar sobre telessaúde? É a utilização de tecnologias de informação e comunicação para transmissão e organização de informações e serviços em saúde. Ou seja, com a telessaúde, as barreiras geográficas e temporais são quebradas e, hoje, médicos e outros profissionais da saúde podem obter novas experiências e trocar informações mesmo que estejam […]
LEIA MAIS

Entenda a Lei do Ato Médico e o que ela prevê

A Lei do Ato Médico é uma resolução que autoriza os procedimentos executados por profissionais clínicos, respeitando o código de ética. Muitos médicos alegavam que não existia, até a promulgação dessa legislação, algo que os direcionasse às suas responsabilidades. Sendo assim, em 2013, após extensas manifestações e consultas públicas, foi editada a Lei 12.842. Ela considera […]
LEIA MAIS