fbpx

Especialista em telemedicina: o que faz e como atuar na área

por eDialog / Há 1 semana
especialista em telemedicina

A telemedicina tem revolucionado a maneira como o atendimento de saúde é oferecido, transformando-o em uma prática mais acessível e eficiente. 

Neste artigo, vamos abordar o papel do especialista em telemedicina, um profissional chave neste cenário em evolução. Continue lendo e entenda melhor sua atuação. 

O que é telemedicina?

A telemedicina é definida como a prática médica auxiliada por tecnologias de informação e comunicação para a troca de informações médicas a distância. 

Isso não só amplia o alcance dos serviços médicos a regiões remotas, mas também potencializa o diagnóstico, tratamento e monitoramento de pacientes de forma contínua e eficiente.

Regulação da telemedicina no Brasil

Internacionalmente, a principal referência para a prática é a Associação Americana de Telemedicina (American Telemedicine Association). Já no Brasil, foi criado em 2002 o Conselho Brasileiro de Telemedicina e Telessaúde e emitida a Resolução 1643 do Conselho Federal de Medicina (CFM), sendo este o primeiro documento que definiu e disciplinou a prestação de serviços através da telemedicina. 

O documento define a Telemedicina como o exercício da Medicina através da utilização de metodologias interativas de comunicação audiovisual e de dados, com o objetivo de assistência, educação e pesquisa em Saúde.

Leia também: Médico na telemedicina: tire as principais dúvidas sobre sua atuação

Quem é o especialista em telemedicina?

Um especialista em telemedicina é um profissional com conhecimentos tanto nas ciências da saúde quanto nas tecnologias digitais da informação e comunicação (TDICs). 

Esta dupla competência é fundamental, pois, como já mencionado, a telemedicina se baseia no uso estratégico dessas tecnologias para prestar serviços médicos a distância, o que exige um entendimento profundo de ambos os campos.

Formação e competências necessárias

Para se tornar um especialista em telemedicina, o profissional deve ter uma base sólida em tecnologia da informação, obtida através de cursos de graduação em áreas como telecomunicações, informática ou áreas relacionadas à saúde. 

A especialização é geralmente conquistada por meio de programas de pós-graduação reconhecidos, como os oferecidos pela Universidade de São Paulo (USP), que preparam os profissionais para as especificidades da teleassistência e telediagnóstico.

O profissional de telemedicina deve possuir uma gama de habilidades técnicas relacionadas à infraestrutura de TI, como conhecimento em sistemas de comunicação de dados e vídeo, gestão de bases de dados de saúde e segurança da informação. 

Além disso, ele deve entender como as tecnologias específicas podem ser aplicadas no contexto da saúde para melhorar a qualidade e a acessibilidade do atendimento ao paciente.

Principais funções do especialista em telemedicina

  • Instalação e operação de tecnologias: O especialista é responsável pela correta instalação e manutenção dos sistemas de telemedicina, garantindo a operacionalidade de softwares e hardwares envolvidos;
  • Treinamento de usuários: Desde médicos até pacientes, o especialista em telemedicina desempenha um papel fundamental na capacitação de todos os usuários das plataformas de telemedicina, assegurando que possam utilizá-las eficientemente;
  • Suporte técnico: Este profissional oferece suporte contínuo para resolver problemas técnicos e adaptar os sistemas às necessidades dos usuários, garantindo a fluidez do serviço de saúde;
  • Integração de sistemas: Ele também trabalha na integração de diferentes sistemas e dispositivos médicos, como equipamentos de imagem e dados clínicos, para facilitar uma visão holística do cuidado ao paciente.

– Leia também: Sigilo médico na telemedicina: como lidar com as informações do paciente?

Aplicações da telemedicina

  1. Teleassistência: Permite que profissionais de saúde ofereçam consultas e acompanhamento a distância, melhorando o acesso a serviços médicos especializados.
  2. Teleducação: Facilita o treinamento e atualização contínua de profissionais da saúde por meio de cursos e conferências virtuais.
  3. Emissão de laudos à distância: Empresas especializadas, como a Mais Laudo, fornecem suporte na elaboração de laudos médicos de diversos exames, otimizando o processo e reduzindo custos.
  4. Telemonitoramento: Supervisiona pacientes crônicos ou em tratamento intensivo de forma remota, garantindo uma resposta rápida às necessidades de alteração no tratamento.
  5. Telecirurgia: Embora menos comum, representa o futuro da cirurgia, com procedimentos realizados a distância por meio de sistemas robóticos.

O futuro da telemedicina

Com a constante evolução tecnológica e a necessidade crescente de serviços de saúde acessíveis, o especialista em telemedicina está se tornando cada vez mais essencial. 

Este profissional não apenas implementa tecnologia, mas também garante a humanização do atendimento à distância, desempenhando um papel fundamental na expansão da capacidade e qualidade do sistema de saúde.

Banner para contato com a Mais Laudo

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Como funciona a telemedicina nos planos de saúde?

O uso da telemedicina nos planos de saúde é um assunto que gera muitas dúvidas, principalmente neste período de pandemia, em que o atendimento à distância está sendo priorizado.  Afinal, quais são as regras estabelecidas pelos convênios? Como clínicas e consultórios devem se adequar? Vamos esclarecer essas e outras dúvidas no texto a seguir. Confira!  […]
LEIA MAIS

Consulta com ginecologista por telemedicina: entenda como funciona

A consulta com ginecologista por telemedicina tem sido muito buscada em clínicas e consultórios médicos. Durante a pandemia do coronavírus, várias especialidades precisaram recorrer ao digital para seguir os atendimentos aos pacientes, e o que foi iniciado em 2020 segue como uma opção interessante para otimizar a rotina médica.  Pensando nisso, elaboramos este artigo para […]
LEIA MAIS

5G na telemedicina: entenda seu impacto, principais usos e possibilidades

Assim como ocorrerá em diversas esferas da sociedade, o uso da internet 5G na telemedicina deve proporcionar uma série de avanços para o setor. Portanto, gestores de estabelecimentos de saúde devem ter conhecimento das características e possibilidades que a nova tecnologia trará para seus negócios.  Pensando nisso, elaboramos este artigo para trazer uma visão geral […]
LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *