Telemonitoramento de pacientes crônicos: como e por que investir neste serviço?

por maislaudo / Há 2 meses
telemonitoramento de pacientes crônicos

Tudo sobre telemonitoramento de pacientes crônicos

O telemonitoramento de pacientes crônicos é mais uma das funcionalidades proporcionadas pelo advento da tecnologia na área da saúde. Essa é uma técnica que tem como principal objetivo proporcionar mais qualidade de vida para esses pacientes, por meio de um tratamento mais personalizado. 

Quer entender melhor o que significa um telemonitoramento de pacientes crônicos? É só continuar leitura que vamos falar um pouco sobre o tema que pode ser uma excelente estratégia para redução de custos na sua instituição médica. Descubra o por que a seguir!

O que é o telemonitoramento de pacientes crônicos? 

Pacientes portadores de doenças crônicas possuem, na maioria dos casos, um quadro com um lento desenvolvimento, porém de longa duração, inclusive com situações em que não há cura. 

Logo, torna-se fundamental que haja um monitoramento mais constante e aproximado, para que se chegue em um tratamento assertivo. 

As consultas médicas que são realizadas periodicamente por si só podem não dar conta de oferecer toda embasamento necessário que o médico necessita para acompanhar a evolução do quadro clínico. Logo, o telemonitoramento aparece como a grande solução. 

O telemonitoramento de pacientes crônicos funciona como uma central de atendimento mesmo, como as de telemarketing que conhecemos. Porém, ela é formado por uma equipe de profissionais que ficam responsáveis por realizar o acompanhamento e oferecer a devida assistência à pacientes com doenças crônicas. 

Como funciona na prática o telemonitoramento de pacientes crônicos? 

Para que o telemonitoramento desses pacientes seja possível é utilizado algum tipo de software especializado em gestão de medicina preventiva. Nesta plataforma será possível monitorar o registro eletrônico de cada paciente e acompanhar sua evolução em tempo real. 

Este acompanhamento será feito por uma equipe de especialistas que ficarão de plantão responsáveis por entrar em contato com os pacientes. Nesse contato os profissionais podem controlar diversos detalhes do dia-a-dia do tratamento. Incluindo horários de medicação, realização de exames periódicos e datas de retorno a consultas. 

O telemonitoramento de pacientes crônicos também realiza uma reeducação, com envio de conteúdos que serão úteis para a adaptação a um novo estilo de vida. Buscando sempre mais qualidade no dia a dia dessas pessoas. 

O principal objetivo do telemonitoramento é, portanto, verificar as reais necessidades dos pacientes crônicos. Indicando a melhor forma de tratamento e evitando a sua hospitalização. 

Os benefícios da prática de telemonitoramento

  • Os números apontam que, o telemonitoramento de pacientes crônicos reduzem os índices de reinternação
  • É uma prática de baixo custo, fácil implantação e aceitabilidade por parte dos usuários. 
  • Reduz os custos assistenciais da sua clínica médica, uma vez que esta passa a atuar de forma mais precisa, com ações preventivas, eliminando intervenções que poderiam ser mais complexas.
  • Ajuda os pacientes a conviver com a doença. Não somente com o tratamento, mas com medidas que permitem uma melhoria na qualidade de vida dos mesmos. 

Quais ferramentas utilizar para realizar o telemonitoramento de pacientes crônicos?

IW Softwares Inteligentes

A IW Softwares Inteligentes é uma empresa com 13 anos de experiência no mercado de TI, oferecendo as melhores ferramentas voltadas ao gerenciamento de atenção domiciliar. Conheças alguns benefícios em ter nossas soluções.

  • Prontuário eletrônico
  • Gerenciamento de Atenção Domiciliar
  • Gerenciamento de Medicina Preventiva
  • Gestão Ativa do Censo de Internações Hospitalares

Previva

O Previva oferece um módulo especialmente projetado para a gestão de telemonitoramento, com uma fila de atendimento totalmente configurável.

O sistema permite organizar times de atendentes e dividi-los por programa, ou ainda por grupo de pessoas, dependendo das necessidades do gestor. 

No sistema são apresentadas informações cadastrais, lista de indicadores de saúde, registro de contatos anteriores, programas em que o beneficiário já está inscrito. Além de lista de dependentes, lista de problemas, medicações em uso, procedimentos realizados, consulta dos médicos assistentes e muito mais.

Fique ligado em nossos conteúdos para mais dicas úteis para a otimização da sua gestão hospitalar. Até a próxima! 

OUTRAS PUBLICAÇÕES

3 dicas para melhorar o relacionamento com pacientes

O relacionamento com pacientes é algo que precisa ser construído com eficiência e técnicas de humanização. Isso porque essa relação é tênue e pode ser influenciada por fatores individuais e institucionais. Sendo assim, é fundamental elaborar estratégias que atendam às carências dos pacientes. Porém, é preciso sempre considerar as questões clínicas, financeiras e administrativas inerentes […]
LEIA MAIS

Aumente a satisfação dos pacientes diminuindo atrasos médicos

O atraso no atendimento de pacientes que estão aguardando uma consulta médica é algo que deve ser evitado ao máximo numa clínica, uma vez que ele pode gerar uma percepção negativa contra os médicos que ali trabalham e, em alguns casos, até ser mal entendido como uma forma de “descaso” com a pessoa num momento […]
LEIA MAIS

Pacientes faltantes: 3 soluções para evitar esse problema

Pacientes faltantes constituem um problema complexo nas instituições de saúde. As causas são diversas e as consequências drásticas. Por isso, é importante elaborar estratégias para minimizar os danos e melhorar essa situação. Dessa maneira, fazer um levantamento do perfil dos pacientes faltantes, das atividades internas que contribuem para esse cenário e de outros quesitos que podem influenciar nessa […]
LEIA MAIS