fbpx

Teleconsulta: o que é, como funciona e principais vantagens

por maislaudo / Há 6 meses
Teleconsulta

A teleconsulta é uma modalidade de telemedicina que tem como objetivo a qualificação da assistência em saúde. A prática fundamenta-se no uso da tecnologia como ferramenta para o benefício do diagnóstico, acompanhamento e tratamento do paciente. 

No texto a seguir vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre a teleconsulta no Brasil. Confira!

Você pode se interessar também:

O que é a teleconsulta? 

Como dito acima, a teleconsulta é a interação médica feita por meio de equipamentos tecnológicos. A prática, portanto, pode ser realizada de diferentes formas. 

Ela pode ser realizada entre médicos, neste caso há troca de informações interdisciplinares em prol do atendimento ao paciente, possibilitando com isso um diagnóstico e tratamento mais assertivos. 

A teleconsulta também pode ser realizada entre médico e paciente à distância. Nesse caso há o entendimento de que a distância seja um fator impeditivo para a avaliação médica, e portanto, a tecnologia surge como solução para superar essa adversidade. 

A interação entre as partes na consulta pode acontecer de forma síncrona ou assíncrona. No primeiro caso, ela ocorre através do atendimento imediato, ou seja, em tempo real. Para que isso seja possível devem ser utilizados recursos como vídeo chamadas, por exemplo. 

Quando ocorre de forma assíncrona, a consulta não acontece em tempo real. Não há necessidade de interação direta entre as partes, e a troca de informação pode ser realizada inclusive em horários diferentes.

O que diz o código de ética médica sobre a teleconsulta?

É importante ressaltar que, a teleconsulta não tem uma regulamentação específica no Brasil. O código de ética médica veta a prática nos termos relacionados à análise diagnóstica e à prescrição de insumos terapêuticos.

Exceção é dada nos casos em que existe um contato à distância com outro especialista clínico para discutir os sintomas do paciente e chegar a uma hipótese diagnóstica mais condizente com a situação.

Regulamentação da telemedicina em caráter emergencial 

No dia 19 de março de 2020, o Conselho Federal de Medicina publicou um decreto de telemedicina em caráter emergencial com medidas de regulamentação durante a pandemia do COVID-19. 

Essa medida tem como objetivo a minimização do contágio durante a pandemia do coronavírus, assim como a preservação da segurança de pacientes e profissionais da saúde. Para que isso seja possível, portanto, foi permitida a utilização da telemedicina como recurso assistencial alternativo. 

Durante o período de combate ao novo coronavírus a realização de consultas médicas estão sendo realizadas, quando possível, através da teleconsulta. A prática está sendo realizada nos seguintes âmbitos: 

  • Teleorientação: para que profissionais da medicina realizem à distância a orientação e o encaminhamento de pacientes em isolamento. 
  • Telemonitoramento: ato realizado sob orientação e supervisão médica para monitoramento ou vigência à distância de parâmetros de saúde e/ou doença. 
  • Teleinterconsulta: exclusivamente para troca de informações e opiniões entre médicos, para auxílio diagnóstico ou terapêutico. 

Vantagens da prática de teleconsulta

A prática de teleconsulta foi possibilitada pelo advento da tecnologia e oferece uma série de vantagens para clínicas e consultórios médicos que fazem uso da mesma como recurso assistencial médico. 

Dentre as principais vantagens dessa modalidade da telemedicina, podemos citar a qualificação no atendimento ao paciente, com uma melhor resolutividade durante o diagnóstico e tratamento. 

Além disso, também devemos considerar o aspecto pedagógico proporcionado aos profissionais de saúde envolvidos na prática. Quando há troca de conhecimentos sobre o caso, entende-se que novas competências podem ser desenvolvidas pelos profissionais que receberam a interconsulta, assim como pelos interconsultores. 

A teleconsulta possibilita também o acesso da saúde em áreas remotas, levando a medicina à regiões marginalizadas. 

Em resumo, podemos citar como principais benefícios da teleconsulta os seguintes itens: 

  • Qualificação do atendimento médico;
  • Atendimento mais ágil e personalizado;
  • Mais produtividade para a equipe médica;
  • Acesso da medicina à regiões remotas;
  • Neste momento de pandemia, ela oferece mais segurança para pacientes e médicos. 

Banner no artigo "Teleconsulta" para teste grátis na Mais Laudo

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Conheça as principais vantagens do prontuário eletrônico do paciente

O prontuário eletrônico do paciente é uma estratégia inovadora, que traz benefícios assistenciais e econômicos. De um lado se observa a integração dos dados do paciente, e do outro a redução dos custos operacionais. Além disso, muitos gestores de clínicas já vislumbraram as potencialidades dessa ferramenta para a otimização do faturamento. E os custos de implantação são […]
LEIA MAIS

Mamografia digital: como funciona e quais suas vantagens

A mamografia digital é uma evolução tecnológica que traz benefícios clínicos, assistenciais e econômicos para os gestores de uma clínica. Essa técnica promove melhorias nas imagens, detecção detalhada das nuances patológicas e rapidez no diagnóstico. Além disso, a realização do exame tende a ser mais rápida se comparada à versão tradicional, o que pode ampliar […]
LEIA MAIS

Telemedicina: como funciona e quais são as suas vantagens

Muito se fala atualmente dos benefícios da telemedicina aplicados nas instituições de saúde. Mas, você sabe como a telemedicina funciona na prática? Essa é uma prática que tem revolucionado a área da saúde em todo mundo, trazendo benefícios como o aumento na dinamicidade na assistência médica, otimização do atendimento médico, agilidade no diagnóstico e muito […]
LEIA MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *