fbpx

Telepresença: saiba o que é e qual sua importância junto à telemedicina

por maislaudo / Há 4 semanas
telepresença o que é

A tecnologia trouxe avanços significativos para a medicina de vários modos, sendo a telepresença um dos mais revolucionários. Suas funcionalidades permitem que a assistência médica torne-se mais acessível, ágil e muito mais qualificada. 

Além disso, estes recursos estão ganhando ainda mais relevância no período de enfrentamento à pandemia de COVID-19. 

Afinal, a principal medida para conter a disseminação da doença é o isolamento social, logo, a telepresença surge como a melhor alternativa para cumprir a medida, ao mesmo tempo que possibilita a continuidade do atendimento médico. 

Neste artigo vamos apresentar mais detalhes sobre a aplicação da telepresença na saúde. Continue a leitura e fique por dentro do assunto. 

O que é telepresença? 

A telepresença está dentro do âmbito da telemedicina, sendo esta caracterizada pelo uso de tecnologias de comunicação e informação no setor da saúde. 

Como o próprio nome já diz, a telepresença utiliza recursos tecnológicos que possibilitam a interação entre indivíduos à distância, com a mesma qualidade de um encontro presencial. 

Portanto, seu principal objetivo é a troca rápida de informações e arquivos, o que, na área médica, pode representar diagnósticos mais ágeis e atendimento otimizado e seguro. 

Como funciona a telepresença? 

Basicamente, faz-se uso de tecnologias de alta qualidade que permitem o contato entre um ou mais profissionais em prol do tratamento médico. Geralmente, isso acontece por meio de videoconferências. 

Outra funcionalidade muito importante e revolucionária são os robôs de telepresença. Estes possibilitam que médicos exerçam movimentos mais precisos e seguros dentro da sala de cirurgia e até mesmo à distância, quando necessário. 

Para que isso aconteça são utilizados câmeras e microfones de alta resolução, além do conceito de computação em nuvem. Isso permite uma troca de informações com extrema qualidade, possibilitando a aparência de ser um contato presencial ou ter um efeito similar, no caso da telerobótica. 

Leia também: Tecnologia na saúde: o que podemos esperar para o futuro?

Afinal, qual a diferença entre videoconferência e telepresença? 

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a telepresença você pode estar achando-a muito similar a uma videoconferência, correto? 

De fato, ambas possuem a mesma finalidade, a de interação entre indivíduos à distância por meio de tecnologias. No entanto, sua principal diferença é o modo e grau de precisão empregados neste contato. 

No caso da videoconferência esse contato pode ser feito por qualquer dispositivo que tenha uma câmera, microfone e conexão de internet. Portanto, é necessário apenas uma tecnologia básica, presente em grande parte dos smartphones e computadores atualmente. 

Já a telepresença faz uso de tecnologias mais avançadas, que possibilitam a reprodução fiel dos estímulos reais de uma consulta presencial. 

Por isso, normalmente é utilizado um software próprio para essa finalidade, com funcionalidades que possibilitam uma consulta imersiva e o mais realista possível. Como por exemplo, câmeras de alta resolução, dispositivos que bloqueiam ruídos no ambiente, além dos robôs que simulam movimentos humanos. 

Como funcionam as telecirurgias? 

As telecirurgias já são realizadas por diversas instituições médicas em todo o mundo. Elas podem acontecer de dois modos: remotamente, com os profissionais realizando os comandos à distância ou presencialmente, com uso de robôs como auxiliares na prática. 

Em ambos os casos é utilizado tecnologia de alta qualidade, com visão ampliada em 3D e aplicação de inteligência artificial. Na telecirurgia, o profissional consegue guiar o robô para realizar os movimentos necessários durante o procedimento. 

Entre as principais vantagens do uso de robôs de telepresença, destacam-se a maior precisão dos movimentos, além de ser uma abordagem menos invasiva, uma vez que os robôs possuem tamanho reduzido. Logo, elimina-se a necessidade de grandes cortes na cirurgia. 

Robô Da Vinci

É a tecnologia mais avançada em telecirurgia no mundo, sendo utilizado no Brasil desde 2008. Levantamentos apontam que o robô Da Vinci já realizou cerca de 7 milhões de cirurgias em mais de 66 países. 

O robô conta com visualização 3D de alta definição, que possibilita uma ampliação de 10 vezes da capacidade do olho humano. Logo, proporciona ao cirurgião uma visão muito mais detalhada da área tratada. 

Além disso, a tecnologia utiliza instrumentos minúsculos que se movem como uma mão humana, mas com uma amplitude de movimentos muito maior. Há ainda uma tecnologia de filtragem de tremor, que ajuda o cirurgião a mover os instrumentos com precisão suave e segura. 

Benefícios da telepresença 

Assim como os demais recursos da telemedicina, como prontuários eletrônicos, laudos à distância, entre outros, a telepresença torna o atendimento médico mais ágil, produtivo, assim como contribui para a redução de custos. 

A possibilidade de realizar atendimentos remotos com qualidade similar ao presencial torna os serviços mais democráticos, além de mais seguros em períodos adversos, como uma pandemia. 

  • Redução de custos: Com a telepresença, elimina-se consideravelmente a necessidade de deslocamento dos profissionais para atendimentos e reuniões. Com isso, há economia de tempo e dinheiro; 
  • Mais produtividade: Os atendimentos tornam-se mais ágeis e sobra mais tempo para ser dedicado em tarefas mais complexas e estratégicas para a clínica; 
  • Agilidade: Tempo é algo muito precioso em um atendimento médico, logo, a telepresença possibilita que decisões importantes sejam tomadas com mais agilidade. Isso pode significar diagnósticos mais rápidos, melhorando assim o prognóstico de pacientes. 

Leia também: Nanotecnologia na saúde: principais aplicações e perspectivas

Ser um médico virtual é o futuro da medicina?

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Telemedicina: saiba o que é e conheça 4 vantagens

A telemedicina é a troca de informações clínicas por meio de recursos tecnológicos para lugares onde a distância é um fator impeditivo. Sendo assim, essa prática inovadora traz benefícios tanto para os profissionais de saúde quanto para os pacientes. As estratégias utilizadas pela telemedicina englobam atendimento por videoconferência, capacitação de profissionais por meio de cursos a distância, […]
LEIA MAIS

Técnica Doppler: saiba a importância deste exame

A Técnica Doppler é uma das modalidades da ultrassonografia, realizada para observar como o sangue flui pela rede vascular e pelas cavidades do coração. O procedimento pode ser feito em qualquer porção circulatória do corpo. Ele auxilia no diagnóstico e na avaliação de doenças cardiovasculares, bem como no monitoramento da saúde materno-fetal, durante a gestação. […]
LEIA MAIS

Telemedicina no Brasil: saiba mais sobre a resolução do CFM

A chegada da telemedicina no Brasil trouxe inúmeros benefícios para a área da saúde. São avanços que revolucionaram o dia a dia no setor, com otimização na gestão e qualificação do atendimento oferecido ao paciente. Com isso, altera-se significativamente a forma de se fazer medicina. Por isso, torna-se fundamental o estabelecimento de normas que irão […]
LEIA MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *