fbpx

Prontuário eletrônico do paciente: entenda o que é quais suas vantagens

por maislaudo / Há 4 meses
prontuário eletrônico do paciente

O prontuário eletrônico do paciente é uma estratégia inovadora, que traz benefícios assistenciais e econômicos. De um lado se observa a integração dos dados do paciente, e do outro a redução dos custos operacionais.

Além disso, muitos gestores de clínicas já vislumbraram as potencialidades dessa ferramenta para a otimização do faturamento. E os custos de implantação são irrisórios quando comparados aos excelentes resultados em longo prazo.

Quer saber o que é e quais são as principais vantagens do prontuário eletrônico do paciente? Confira agora neste post!

O que é um prontuário eletrônico do paciente?

É uma versão digitalizada do prontuário médico convencional. Portanto, neste caso, ao invés de utilizar papéis e arquivos físicos, utiliza-se o ambiente digital para armazenamento das informações dos pacientes.

Com isso, a rotina de instituições de saúde torna-se muito mais simplificada, além, claro de mais produtiva, uma vez que o acesso às informações é facilitado. Além disso, há uma padronização das informações, o que contribui ainda mais para consultas ágeis e seguras.

As tarefas repetitivas de rotina acabam tomando muito tempo do profissional, logo, quando opta-se pela automatização/simplificação desse processo, este pode ser mais produtivo e focar em etapas mais estratégicas do tratamento do paciente.

Além disso, o prontuário contribui para a diminuição de erros de registro, redução do espaço físico, além da integração de informações e muitos outros benefícios.

Veja dicas de como escolher um sistema de prontuário eletrônico mais adequado para a sua instituição.

Vantagens da implementação do prontuário eletrônico do paciente

Com a crescente demanda em instituições de saúde, é cada vez mais importante que estas busquem atualizar seus processos. Dessa forma, é possível oferecer uma assistência com mais qualidade, agilidade e segurança.

O prontuário eletrônico do paciente contribui para a otimização dos processos em diferentes níveis. Listamos os principais benefícios agregados com sua implementação abaixo. Veja!

Segurança das informações

O prontuário eletrônico do paciente é um sistema que permite a inserção e edição de dados clínicos e laboratoriais. Ele funciona por meio de senhas de acesso, conforme o nível de responsabilidade do prestador de serviço.

Sendo assim, é possível inserir dados sobre história clínica atual e pregressa, informações medicamentosas e, ainda, plotar resultados imagiológicos em uma plataforma única, que facilita o acesso a esses arquivos. Alguns softwares são compatíveis com sistemas de armazenamento de imagens no formato DICOM.

Ademais, os softwares contam com rastreabilidade, de modo que todos os indivíduos que acessam as funcionalidades são monitorados, o que impede fraudes e a alimentação inadequada dos processos.

Redução do espaço físico

Com o advento do prontuário eletrônico do paciente, as empresas terão diminuição significativa dos custos. Isso se refletirá na redução da área física para armazenamento de documentos e dos custos para arquivar em empresas terceirizadas.

Os benefícios em longo prazo serão a otimização desse espaço — antes destinado à guarda de papéis —, que será remanejado para outras finalidades, inclusive para a ampliação dos serviços clínicos.

Aumento da produtividade

A informatização dos dados clínicos em saúde é uma inovação que chegou para ficar. Afinal, os gestores que implantaram essa tecnologia já observaram aumento da produtividade nas atividades.

O que antigamente se fazia via preenchimento manual, com possibilidade de erros e rasuras, hoje poderá ser abolido por meio do prontuário eletrônico. Com isso, o profissional da saúde ganha mais tempo para focar em etapas mais estratégicas do atendimento.

Além disso, o atendimento ao paciente será agilizado automaticamente.

Isso porque alguns dados já estarão arquivados, facilitando a recuperação para dar continuidade à assistência. E o paciente tem o direito de solicitar essas informações durante a internação.

Integração das informações clínicas

Uma das vantagens mais comemoradas pelos profissionais de saúde é a integração das informações clínicas em um só documento. Além disso, a inserção do prontuário eletrônico direciona para um atendimento multiprofissional em saúde.

Isso significa que o médico terá acesso às percepções que foram observadas pelos enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, e qualquer outro profissional envolvido com o paciente.

Com isso, as informações se cruzam de maneira racional e facilitam a tomada de decisão clínica. Em outras palavras, tudo pode se basear em um panorama amplo, em vez do ponto de vista de um único profissional.

O prontuário eletrônico do paciente é um documento virtual que compila todas as informações clínicas, medicamentosas e imagiológicas no contexto ambulatorial e hospitalar em saúde. As funcionalidades do software garantem produtividade nos serviços e redução de custos operacionais.

Leia também: Aplicativos médicos: conheça os melhores apps para área da saúde

Validade ética e jurídica de um prontuário eletrônico

De acordo com resolução aprovada pelo Conselho Federal de Medicina, estão aprovadas “as normas técnicas concernentes à digitalização e uso dos sistemas informatizados para a guarda e manuseio dos documentos dos prontuários dos pacientes, autorizando a eliminação do papel e a troca de informação identificada em
saúde”.

No entanto, para utilização dos sistemas, os mesmos devem obedecer às normas de armazenamentos descritas abaixo:

  • Os métodos de digitalização devem reproduzir todas as informações dos documentos originais.
  • Os arquivos digitais oriundos da digitalização dos documentos do prontuário dos pacientes deverão ser controlados por sistema especializado (Gerenciamento eletrônico de documentos – GED), que possua, minimamente, as seguintes características:

a) Capacidade de utilizar base de dados adequada para o armazenamento dos arquivos digitalizados;
b) Método de indexação que permita criar um arquivamento organizado, possibilitando a pesquisa de maneira simples e eficiente;
c) Obediência aos requisitos do “Nível de garantia de segurança 2 (NGS2)”, estabelecidos no Manual de Certificação para Sistemas de Registro Eletrônico e em Saúde

Veja aqui o documento na íntegra. 

E você, já implantou o prontuário eletrônico em sua clínica? Conhece alguém que precisa entender as vantagens dessa ferramenta? Então, compartilhe o texto nas redes sociais e ajude a disseminar a informação para aqueles que necessitam!

https://materiais.maislaudo.com.br/fale-com-um-consultor?utm_source=CTABlog

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Conheça quais são os direitos do paciente para a saúde

Saber quais são os direitos do paciente e quando acioná-los é uma das maneiras de manter a dignidade dos indivíduos. No entanto, é preciso ter parcimônia para não ultrapassar os direitos dos outros. Além disso, é crucial aprofundar em questões assistenciais obrigatórias e propagá-las para que todos tenham acesso a um atendimento digno e preconizado […]
LEIA MAIS

Densitometria óssea: conheça as vantagens e como implantar

A densitometria óssea é o principal exame para diagnóstico e prevenção da osteoporose. Essa doença, caracterizada pelo enfraquecimento dos ossos, atinge mais mulheres que homens, aparece após os 50 anos de idade e pode levar a sérias fraturas ósseas. Através da densitometria óssea, o estágio anterior a ela, conhecido como osteopenia, também pode ser diagnosticado e […]
LEIA MAIS

Agenda médica online: conheça como funciona e suas vantagens

Muitas pessoas não gostam de realizar agendamentos médicos por meio do telefone e, por isso, grande número dos pacientes demoram a ligar para as clínicas para marcar ou desmarcar os seus horários. Com isso, foi criado a agenda médica online para solucionar esse problema. Essa plataforma é uma grande auxiliadora para os médicos e dentistas, pois promove […]
LEIA MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *