fbpx

Telemedicina na oftalmologia: o que é, aplicações e principais vantagens

por maislaudo / Há 4 meses
telemedicina na oftalmologia

O uso de telemedicina na oftalmologia vem trazendo benefícios em várias etapas da assistência médica, como no diagnóstico, tratamento e até na qualificação dos profissionais de saúde.

Suas aplicações tornam o atendimento mais ágil, acessível e seguro, quando utilizadas em períodos adversos, como em uma pandemia. 

Mas afinal, você sabe como tem sido feito o uso de telemedicina na oftalmologia atualmente? Como essa especialidade tem sido beneficiada com os avanços tecnológicos? Vamos responder a essas e a outras questões no texto abaixo. Confira!

O que é teleoftalmologia?

É o uso e aplicação de tecnologias de informação e comunicação com foco direcionado na oftalmologia. 

De acordo com a OPAS e a OMS, a telemedicina pode ser definida como: 

“Prestação de serviços de saúde remotos na promoção, prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação pelos profissionais de saúde que utilizam as tecnologias de informação e comunicação, que lhes permitem trocar dados, com o objetivo de facilitar o acesso e a oportunidade na prestação de serviços à população que tem limitações de fornecimento, e acesso a serviços, ou ambos, em sua área geográfica”

O uso de telemedicina na oftalmologia pode ser interessante, principalmente, para acompanhamento de pacientes crônicos, como os diabéticos, por exemplo. Dessa forma, é possível otimizar os atendimentos na clínica, assim como garantir um tratamento mais confortável para o paciente. 

Aplicações de telemedicina na oftalmologia

Embora a teleoftalmologia ainda enfrente obstáculos como segurança, padronização de nomenclatura, pessoal especializado e regulamentação, ela tem se mostrado uma ferramenta adicional e eficiente para o atendimento nas diferentes áreas da oftalmologia. 

A telemedicina na oftalmologia pode ser aplicada de diversas formas, sempre com o intuito de tornar o atendimento médico no setor mais qualificado. 

Suas principais aplicações são: 

Teleinterconsulta

É a prática de troca de informações e opiniões entre profissionais de saúde, para auxílio diagnóstico ou terapêutico. Neste caso, faz-se uso de tecnologias para facilitar a comunicação. 

Portanto, a teleinterconsulta possibilita que médicos de diferentes localidades se comuniquem de forma rápida e objetiva. A troca de experiências, consulta sobre algum estudo clínico em curso, entre outras questões, contribui significativamente para o aprimoramento do diagnóstico e/ou tratamento. 

Teleducação

É uma das práticas mais comuns e disseminadas da telemedicina. Aqui, as tecnologias são utilizadas para a capacitação dos profissionais de saúde em sua especialidade. 

Isso pode ser feito através de cursos de ensino à distância, vídeo aulas ou apenas uma consulta na internet para esclarecimento de dúvidas. 

Telediagnóstico

Acontece quando faz-se uso de recursos tecnológicos com o objetivo de qualificar/agilizar o diagnóstico. A prática mais comum e mais utilizada neste campo é a de emissão de laudos à distância. 

O principal objetivo destes recursos é tornar o diagnóstico mais ágil e eficiente, aumentando assim as chances de um diagnóstico precoce, o que consequentemente melhora o prognóstico do paciente. 

Teleconsulta 

A teleconsulta diz respeito às consultas realizadas remotamente. Porém, este recurso é especialmente desafiador para a área. Isso porque o atendimento oftalmológico requer equipamentos específicos capazes de fornecer imagens com alta resolução e fidelidade de cores, importantes, por exemplo, para a avaliação da retina. 

No entanto, com o avanço tecnológico e aumento da qualidade de equipamentos de imagem capazes de detectar doenças oftálmicas, a teleoftalmologia vem se tornando cada vez mais acessível.

A teleconsulta é muito utilizada por pacientes com retinopatia diabética. Com o suporte de aparelhos modernos de câmeras de retina portáteis e remotas, é possível realizar todo o processo de triagem, avaliação e acompanhamento à distância. 

É importante ressaltar que o uso de telemedicina na oftalmologia não substitui o exame oftalmológico presencial. Ao contrário, ela chega para facilitar e fornecer distribuição adequada da assistência oftalmológica, priorizando a demanda por atendimento oftalmológico, especialmente em áreas carentes.

Vantagens do uso da telemedicina na oftalmologia 

Como apresentado acima, a telemedicina pode ser aplicada de diversas formas na oftalmologia, sempre com intuito de aprimorar os serviços prestados. 

Listamos abaixo alguns dos principais benefícios alcançados com essa aplicação. Veja!

Agilidade no atendimento médico

As tecnologias tornam a rotina médica menos burocrática, contribuindo para que o profissional seja capaz de focar em etapas mais estratégicas da assistência médica. 

Recursos como os laudos online e a teleinterconsulta agilizam e qualificam o processo até a entrega dos resultados dos exames aos pacientes. Dessa forma, há ganho em eficiência para a clínica e em qualidade de atendimento e conforto para os pacientes. 

Redução de custos

A otimização de processos e redução de custos é uma constante busca entre as empresas. A telemedicina também surge como aliada nesse quesito.

Com o suporte da telemedicina, a clínica não precisa mais contar de equipes dedicadas à elaboração de laudos, reduzindo consideravelmente o custo com a folha salarial. 

Veja outras vantagens do uso da telemedicina aqui. 

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Telemedicina na neurologia: o que é, aplicações e principais vantagens

O uso da telemedicina na neurologia contribui para a otimização de diversas etapas da assistência médica nesta especialidade. As tecnologias de informação e comunicação auxiliam no diagnóstico e tratamento de doenças neurológicas, assim como na qualificação de profissionais da saúde do setor.  No texto a seguir, vamos apresentar os principais conceitos a respeito da teleneurologia, […]
LEIA MAIS

Telemedicina cardiológica: o que é, como funciona e principais vantagens

A telemedicina cardiológica faz uso de recursos tecnológicos como auxiliares no diagnóstico e tratamento de cardiopatias, assim como em outras alterações no funcionamento do coração.  Sua aplicação pode ser feita em diferentes etapas da assistência médica, proporcionando com isso uma série de benefícios, como atendimento mais ágil, diagnósticos mais precisos, aumento de produtividade, dentre outros.  No […]
LEIA MAIS

Telemedicina pediátrica: o que é, como funciona e principais vantagens

A telemedicina pediátrica diz respeito ao uso de recursos tecnológicos para a qualificação de profissionais da área, assim como para assistência à criança e aos pais.  No texto a seguir você vai entender melhor o conceito de telemedicina pediátrica. Além disso, vamos apresentar quais são suas aplicações mais comuns, suas normas regulamentadoras e as vantagens […]
LEIA MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *