fbpx

7 dicas para atender com excelência pacientes online

por maislaudo / Há 3 semanas
pacientes online

No atual cenário de avanços tecnológicos e mudanças nos padrões de atendimento, a telemedicina se destaca como uma solução eficaz para conectar profissionais de saúde e pacientes, independentemente da distância. Por isso, compilamos 7 dicas essenciais para instituições médicas e profissionais de saúde que buscam excelência no atendimento de pacientes online. 

Este guia prático visa otimizar suas rotinas e elevar a qualidade dos serviços prestados, garantindo satisfação e eficiência em cada consulta.

Como garantir um atendimento online de qualidade?

Veja as dicas a seguir para colocar em prática em sua instituição de saúde:

1. Invista em tecnologia

O primeiro passo para um atendimento online eficaz é assegurar que todos os equipamentos utilizados sejam de alta qualidade. Isso inclui:

  • Computadores e Software: Um computador com processador rápido e memória suficiente é essencial para executar software de telemedicina e gerenciar dados do paciente sem atrasos. Softwares específicos para telemedicina podem oferecer funcionalidades como agendamento de consultas, gestão de prontuários eletrônicos e comunicação segura, o que torna a operação mais suave e eficiente;
  • Microfones e Câmeras: Para uma comunicação clara, é fundamental utilizar microfones que captam o som sem ruídos e câmeras de alta definição. Isso assegura que o médico possa não apenas ouvir mas também observar com precisão os sinais visuais do paciente, essenciais para uma avaliação adequada;
  • Conexão de Internet Estável: Uma conexão de internet rápida e confiável é crucial para evitar interrupções e garantir uma comunicação fluida durante a consulta.

Essa infraestrutura não só assegura uma comunicação fluida e sem interrupções, mas também transmite profissionalismo e dedicação, aumentando a confiança dos pacientes no serviço.

2. Escolha uma plataforma de confiança

Selecionar uma plataforma de telemedicina que ofereça segurança, estabilidade e conformidade com as normas de proteção de dados é crucial. 

A plataforma deve facilitar a interação entre profissionais e pacientes, proporcionando uma experiência intuitiva e acessível. Além disso, deve contar com suporte técnico ágil, para que qualquer problema possa ser resolvido rapidamente, evitando transtornos durante as consultas.

3. Realize os atendimentos de pacientes online no consultório

Efetuar as consultas em um ambiente profissional, como o consultório, reforça a seriedade do atendimento. 

Esse cenário, equipado com os instrumentos e recursos necessários, não apenas facilita a condução da consulta, mas também ajuda a estabelecer um ambiente controlado e preparado para qualquer necessidade que possa surgir durante o atendimento.

Leia também: Orientação médica online: entenda o que é e como funciona esse serviço

4. Seja pontual

A pontualidade é um sinal de respeito pelo tempo do paciente e um indicador da eficiência do serviço prestado. 

Iniciar as consultas no horário agendado demonstra comprometimento e respeito, além de contribuir para a manutenção de um fluxo de trabalho organizado. Isso é essencial para evitar atrasos acumulativos e garantir que todos os pacientes recebam a atenção devida.

5. Faça um atendimento humanizado com pacientes online

A capacidade de estabelecer uma conexão humana através de uma tela é um desafio, mas também uma oportunidade de destacar a qualidade do atendimento. 

Mostrar empatia, paciência e compreensão, personalizar o atendimento conforme as necessidades individuais do paciente e garantir que ele se sinta ouvido e cuidado são aspectos que contribuem para um atendimento humanizado. Essa abordagem promove uma experiência mais confortável e confiável para o paciente.

6. Explique ao paciente como será o atendimento

Orientar o paciente sobre o processo do atendimento online é fundamental, especialmente para aqueles que podem não estar familiarizados com a tecnologia. 

Explicar o passo a passo da consulta, os recursos que serão utilizados e como eles podem preparar-se contribui para diminuir a ansiedade e promover uma experiência mais positiva. 

Essa orientação pode incluir, por exemplo, a melhor forma de se posicionar diante da câmera, como realizar um autoexame guiado ou como compartilhar documentos e informações de saúde de forma segura.

7. Mantenha os cadastros sempre atualizados

A gestão eficaz das informações dos pacientes é um pilar para o atendimento de qualidade. 

Manter cadastros atualizados permite que o profissional de saúde tenha acesso rápido a informações críticas para a tomada de decisão, facilita o acompanhamento do histórico de saúde do paciente e otimiza a comunicação entre diferentes especialistas. Esse cuidado também contribui para a personalização do atendimento, permitindo abordagens mais direcionadas e eficientes.

Dica extra: Invista em laudos à distância

A emissão de laudos online é uma das práticas de telemedicina mais utilizada atualmente pelas instituições de saúde.

Neste caso, os exames são realizados na clínica e enviados para uma empresa terceirizada, como a Mais Laudo, que fica responsável pela elaboração do laudo médico.

Além de melhorar o cotidiano da clínica ao proporcionar a otimização das atividades dos profissionais de saúde, a clínica que contrata esse tipo de serviço assegura uma experiência de mais qualidade para o paciente.

Ao contratar os serviços da Mais Laudo, a equipe poderá oferecer atendimentos personalizados para os seus pacientes. Isso possibilita o aumento gradativo do reconhecimento da clínica no mercado.

Por isso, é muito importante aproveitar ao máximo os recursos e os benefícios que a telemedicina pode trazer para a sua unidade e especialmente para os seus pacientes.

OUTRAS PUBLICAÇÕES

3 dicas para melhorar o relacionamento com pacientes

O relacionamento com pacientes é algo que precisa ser construído com eficiência e técnicas de humanização. Isso porque essa relação é tênue e pode ser influenciada por fatores individuais e institucionais. Sendo assim, é fundamental elaborar estratégias que atendam às carências dos pacientes. Porém, é preciso sempre considerar as questões clínicas, financeiras e administrativas inerentes […]
LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *