fbpx

Medicina do Futuro: 6 especialidades médicas para ficar de olho

por maislaudo / Há 18 horas
medicina do futuro

Assim como em diversas outras áreas, a medicina está passando por várias mudanças causadas pelos avanços tecnológicos e pelas novas formas de comunicação.  E então surge o questionamento: como será a medicina do futuro?

Realidade virtual, robôs médicos, inteligência artificial: isso pode parecer coisa de filme de ficção, mas são avanços que já começaram a fazer parte da rotina de muitos hospitais ao redor do mundo.

Tendo em vista essas mudanças, no texto a seguir vamos falar um pouco sobre os setores mais promissores para a medicina do futuro. Confira!

Você pode se interessar também: 

Especialidades mais promissores para a medicina do futuro

O setor da saúde como um todo vem sendo amplamente beneficiado pelo advento da tecnologia, desde as áreas gerenciais até a assistência hospitalar. São incontáveis os novos equipamentos modernos que ajudam na agilização de diagnósticos e qualificação de tratamentos, e a tendência é de que essas novidades continuem a revolucionar o fazer medicina em todo o mundo nos próximos anos.

Neste sentido, algumas especialidades médicas sentirão de forma mais direta os impactos da medicina do futuro. Elencamos quais serão os principais segmentos, olha só:

1. Medicina generalista

É muito difícil para um médio generalista – ou médico da família – aplicar um diagnóstico e tratamento de qualidade nas atuais condições que existem hoje em dia.

São vários os motivos que dificultam a prevenção de doenças de forma qualitativa, como por exemplo a alta demanda em hospitais e o tempo de consulta que muitas vezes é limitado. Além disso, há também o fato de existir um costume de só procurar o médico quando já se esta doente.

Entretanto, os recursos tecnológicos chegam para solucionar esses empecilhos, de modo a simplificar e agilizar a rotina na medicina generalista.  Por exemplo, imagine só a possibilidade de contar com um sensor vestível (wearable device) que transfere os dados dos pacientes para o smartphone do médico e avisa quando alguma coisa não está de acordo?

Com essa tecnologia, é possível que os médicos façam um acompanhamento remoto de seus pacientes, contando com a ajuda de algoritmos que podem até mesmo detectar doenças raras. Além disso, proporciona um cuidado melhor, voltado mais à prevenção do que apenas ao tratamento.

2. Ginecologia e obstetrícia

Os médicos da área de ginecologia e obstetrícia tem um tempo muito curto para colher os dados do bebê ou de sua mãe. Com os Wearable Devices monitorando os dados vitais de ambos, os cuidados perinatais não irão depender apenas da sorte em caso de alguma emergência.

Além disso, um avanço um pouco mais controverso tem sido discutido, que é a manipulação genética de bebês, para que estes não tenham doenças.

3. Medicina esportiva

Esse foi um dos primeiros setores da medicina a aderir às tecnologias através do uso de aplicativos de smartphones que monitoram a performance de quem pratica exercícios regulares.

Hoje, esses aplicativos evoluíram para dispositivos voltados apenas para avaliar o desempenho das pessoas que praticam esportes, e estima-se que em breve poderão ser usados por quase todo mundo.

Dessa forma seria possível monitorar dados, como batimentos cardíacos, e vê-los diretamente na tela do seu computador ou tablet.

4. Oncologia

Quando falamos de medicina personalizada, este é um dos setores mais promissores. No momento, oncologistas customizam as terapias de acordo com o mapa genético e com as bases moleculares dos tumores, e com o barateamento do mapeamento genético, esse processo está sendo turbinado.

Além disso, a inteligência cognitiva ajudará os oncologistas a entender e, quem sabe, até mesmo curar o câncer. Esses computadores cognitivos podem escanear todas as publicações científicas sobre o câncer e extrair apenas as informações mais relevantes.

5. Oftalmologia

A oftalmologia é uma área que irá viver muitos dos sonhos tecnológicos mostrados em filmes de ficção, sendo uma das maiores beneficiarias da medicina do futuro. Implantes retinianos poderão devolver a visão a quem perdeu ou ainda, o poder de ampliar e diminuir imagens.

As lentes de contato digitais irão revolucionar a forma como as pessoas vêem o mundo, além de ajudar no tratamento da diabetes.

Isso será possível graças a uma lente de contato digital que, através de uma antena sem fio menor que um fio de cabelo, irá medir as quantidades de glicemia dos pacientes em tempo real.

6. Radiologia

Computadores cognitivos dotados de inteligência artificial semântica poderão escanear diversas imagens e achar um padrão de malignidade, podendo vir a substituir o trabalho do imageologista.

Contudo, esse avanço não irá acabar com a profissão, apenas torná-la mais fácil e eficaz, e irá livrar o radiologista de ficar horas analisando imagens.

Com a medicina do futuro, algumas especialidades acabarão sendo extintas com o tempo, mas ao mesmo tempo outras surgirão.

Leia também:Raio-x digital: quais são os benefícios da prática para clínicas médicas

Conheça alguns dos principais conceitos da medicina do futuro

Agora que você já conferiu quais serão as especialidades mais promissoras a serem impactadas pela medicina do futuro, vamos apresentar alguns dos principais conceitos que estão em desenvolvimento na área da saúde. Alguns deles já estão sendo utilizados na rotina de muitas instituições médicas, enquanto outros ainda encontram-se em fases de teste. Veja o que esperar:

Medicina de precisão 

Uma das novidades mais revolucionárias da medicina do futuro é o conceito de medicina de precisão. A ideia surgiu do conhecimento de que as sequências e alterações genéticas de cada indivíduo podem ser utilizadas na prevenção e tratamento médico.

Portanto, através desse conhecimento torna-se possível o desenvolvimento de medicações alvo mais assertivas.

As análises na medicina de precisão envolvem o conhecimento do genoma de cada indivíduo, assim como suas inter-relações com o ambiente: microbioma, lipidoma, metaboloma, etc.

Todos esses dados serão transformados em algoritmos matemáticos que serão utilizados para composição de padrões clínicos. Estes por sua vez determinarão o melhor tratamento para o paciente.

Leia também sobre como implementar a medicina de precisão na sua clínica

Inteligência Artificial para a medicina do futuro

A Inteligência Artificial é um dos assuntos mais em alta em nossa sociedade, e é uma das principais apostas para revolucionar a medicina do futuro.

Basicamente, a IA vai desenvolver dispositivos capazes de simular algumas características e ações humanas. Estes, por sua vez, são capazes de mensurar e até mesmo executar determinadas tarefas.

Para exemplificar os avanços deste conceito na área da saúde, podemos citar a invenção do algoritmo desenvolvido pela IBM, o Watson.

O Watson foi criado pela IBM para auxiliar profissionais, desenvolvedores, startups e empresas a construírem sistemas cognitivos capazes de melhorar processos, interações e ações. O algoritmo foi desenvolvido com o objetivo principal de auxiliar no tratamento do câncer.

Ele indica possíveis tratamentos, apresenta as evidências científicas para tal, assim como o grau de risco e efeitos colaterais possíveis que podem ser desenvolvidos. Ou seja, ele auxilia o profissional na tomada de decisão, oferecendo um embasamento científico para esta escolha.

Telemedicina

A telemedicina já é uma realidade para diversas instituições de saúde. A prática traz benefícios como o aumento na dinamicidade na assistência médica, otimização do atendimento, agilidade no diagnóstico, redução de custos e muito mais.

O conceito diz respeito a aplicação de recursos tecnológicos na área da saúde com o intuito de otimizar o diagnóstico e atendimento médico oferecido ao paciente.

Para que isso seja possível são utilizadas diversas estratégias, como por exemplo: o atendimento por videoconferência, a capacitação de profissionais, troca de informações nos casos clínicos, emissão de laudos à distância, entre outras possibilidades.

Deixe um comentário a respeito da sua opinião sobre esse tema. Queremos saber o que você acha desses avanços!

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Como investir em tecnologia na saúde para sua clínica?

A tecnologia da informação implantada nas clínicas de medicina ocupacional deve ser sempre considerada como um investimento. Isto porque algumas tecnologias utilizada nos serviços de saúde podem atrair novos clientes e favorecer o crescimento da empresa. Porém, essa implantação deve ser pensada de forma estratégia para não comprometer o fluxo de caixa já existente. A tecnologia na saúde […]
LEIA MAIS

Como informatizar sua clínica de medicina do trabalho em 4 passos

A informatização de uma clínica de medicina do trabalho gera benefícios que podem ser percebidos pelos pacientes e pelos funcionários da empresa. Contudo, os gestores ficam com muitas dúvidas em relação ao tipo software a ser implantado e as mudanças organizacionais que serão feitas. Os avanços tecnológicos vieram para otimizar as atividades de uma empresa […]
LEIA MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *