fbpx

Entenda o que é RIS e quais são as suas vantagens na radiologia

por eDialog / Há 2 meses
o que é RIS

O RIS é uma importante ferramenta para a gestão radiológica, sendo utilizado para integração e organização de informações. Por isso, se você está buscando otimizar a rotina em sua instituição de saúde, é importante conhecer essa tecnologia. 

Nós vamos apresentar tudo o que você precisa saber sobre o tema no texto abaixo. Vamos esclarecer quais são os principais recursos do RIS e apontar as vantagens de sua implantação. Continue a leitura e fique por dentro. 

O que é RIS? 

RIS é a sigla para Radiology Information System, que significa sistema de informação radiológica. Portanto, são softwares utilizados por centros de diagnóstico por imagem para gerenciamento de suas atividades e recursos.

A solução traz uma série de recursos que visam a otimização do fluxo de trabalho, como automação de agendamentos e controle financeiro. Tudo isso é centralizado em um único sistema, o que simplifica a rotina médica, tornando-a mais eficiente. 

Portanto, o RIS também pode se integrar a outros sistemas importantes para a gestão médica, como o PACS e a Central de Laudos, por exemplo. 

Principais funcionalidades do sistema RIS

O sistema RIS pode ser adaptado de acordo com as necessidades da instituição, ou seja, é possível personalizar os recursos disponíveis.

Listamos abaixo as funcionalidades mais importantes e mais utilizadas de um RIS. Veja: 

Agendamento de consultas e dados dos pacientes

Através do sistema, é possível organizar digitalmente o agendamento de consultas. Este pode ser realizado na própria clínica, na recepção ou até mesmo pelo próprio paciente via internet. 

O sistema também permite o armazenamento de dados de pacientes, como ficha cadastral e registro de todas as suas consultas. Assim, informações cruciais para o atendimento podem ser acessadas de forma ágil e simplificada. 

Fluxo de trabalho

Dentro do sistema RIS é possível organizar todo o fluxo de trabalho, deixando-o claro para todos os membros da equipe. 

Informações úteis, como, por exemplo, o status de um exame em produção, podem ser acessadas por qualquer pessoa (autorizada) e a qualquer momento. Assim, é possível analisar o nível de carga de trabalho da equipe, avaliar sobre a possibilidade de atender urgências etc. 

Essa visão macro da rotina de trabalho auxilia a equipe a ser mais produtiva, além de contribuir para minimização de erros ao longo do processo. 

Módulo de laudos

O RIS conta com uma Central de Laudos, em que é possível organizar a elaboração, emissão e distribuição dos laudos médicos. Além disso, em alguns casos, é possível até mesmo automatizar os laudos radiológicos com o uso de inteligência artificial.  

Em geral, esses sistemas permitem o compartilhamento simplificado dos laudos com médicos solicitantes e até mesmo com os próprios pacientes. Dessa forma, os usuários podem acessar seus resultados online através da plataforma. 

Além disso, o RIS permite ainda a integração com sistemas de empresas de telemedicina terceirizadas, como a Mais Laudo, por exemplo. Com isso, a instituição pode fechar serviços de emissão de laudos à distância e recebê-los diretamente em seu sistema. 

Aproveite e faça um teste grátis na nossa plataforma para experimentar a funcionalidade. 

Banner para emissão grátis de laudo no artigo "telemedicina no Brasil"

Gestão de recursos e estoque

Organização financeira, controle de estoque e gerenciamento de pessoas são algumas das práticas rotineiras mais importantes para a gestão de qualquer negócio. Tudo isso pode ser realizado dentro do sistema RIS. 

Com o RIS, as informações sobre disponibilidade de materiais podem ser acessadas a qualquer momento. Dessa forma, evita-se o desperdício de recursos ou falta de materiais cruciais para o atendimento. 

RIS x PACS

É comum confundirem o sistema RIS com um PACS (Picture Archive and Communication System, ou Sistema de Arquivamento e Compartilhamento de Imagens). Porém, eles têm objetivos distintos, apesar de complementares. 

Como já apontamos, o RIS é usado para gerenciamento de uma série de dados e informações da gestão radiológica. Já o PACS se limita à gestão de imagens médicas. Portanto, ambos são utilizados em conjunto para otimizar o atendimento em Centros de Imagem.

Leia também: O que o PACS traz de benefícios para os serviços de saúde?

Vantagens do RIS para a radiologia

Agora que você já conhece quais são os principais recursos de um sistema RIS, chegou a hora de descobrir como instituições radiológicas são beneficiadas com sua implementação. Veja abaixo: 

  • Aumenta a eficiência na rotina médica; 
  • Proporciona maior comodidade para os pacientes;
  • Modernização da clínica e, consequentemente, ganho de vantagem competitiva; 
  • Atendimento mais ágil;
  • Redução das taxas de no-show;
  • Maior segurança e rastreabilidade das informações;
  • Integração com uma série de sistemas;
  • Controle macro de todos os setores.

Leia também: Raio x digital: quais são os benefícios da prática para clínicas médicas

cta ebook guia legislação

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Material hospitalar consignado: entenda como fazer a gestão

Fazer a gestão de material hospitalar consignado é uma responsabilidade que exige organização, disciplina e treinamento de equipe. Isso porque essa tarefa, quando bem executada, diminuirá os custos da instituição e garantirá o item sempre em estoque. A consignação pode ser entendida com a entrega de produtos, a título de precário, para serem vendidos no momento de […]
LEIA MAIS

Telemedicina e Telessaúde: entenda quais são as diferenças

Tudo sobre Telemedicina e Telessaúde Você provavelmente já ouviu falar sobre telemedicina e telessaúde em algum momento, certo? Os termos são muito comuns na rotina médica, mas você sabe exatamente qual a diferença entre eles?  Por estarem relacionados a avanços tecnológicos alcançados na área da saúde muitas pessoas acreditam que eles são sinônimos, mas não […]
LEIA MAIS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *