fbpx

Prontuário eletrônico: 5 dicas para escolher o ideal

por maislaudo / Há 3 semanas
dicas para escolher um prontuário eletrônico

A tecnologia revolucionou a área da saúde em diversos aspectos, trazendo benefícios significativos que otimizam a rotina em instituições médicas. Um destes principais avanços é o prontuário eletrônico, que trouxe avanços assistenciais e econômicos para o setor. 

De um lado se observa a integração dos dados do paciente, e do outro a redução dos custos operacionais. Logo, se a sua empresa ainda não utiliza este recurso, é melhor repensar sua estratégia. 

Para ajudá-lo, preparamos dicas fundamentais de como escolher o prontuário eletrônico ideal. Afinal, o que deve ser avaliado? Continue a leitura e descubra! 

Os benefícios do prontuário eletrônico 

Uma gestão eficiente deve buscar sempre a otimização dos processos e redução da burocracia no dia a dia do negócio. É exatamente esse um dos principais intuitos do prontuário eletrônico de paciente. 

Muitas vezes as tarefas repetitivas de rotina acabam tomando muito tempo do profissional, e quando opta-se pela automatização/simplificação desse processo, este pode ser mais produtivo e focar em etapas mais estratégicas do tratamento do paciente. 

Fizemos uma lista com alguns dos principais benefícios da implementação do prontuário médico por meio de um sistema eletrônica. Olha só: 

  • Segurança das informações: o prontuário manual apresenta riscos como a perda de dados do paciente, logo, o uso do prontuário eletrônico é uma forma de tornar o processo mais seguro. 
  • Armazenamento de informações relevantes
  • Diminuição de erros de registro
  • Atendimento mais qualificado
  • Redução do espaço físico
  • Integração das informações clínicas 

Além disso, muitos gestores de clínicas já vislumbraram as potencialidades dessa ferramenta para a otimização do faturamento. E os custos de implantação são irrisórios quando comparados aos excelentes resultados em longo prazo.

Dicas para escolher o prontuário eletrônico de paciente ideal 

 

1. Pesquise e faça testes

Chegou a conclusão de que o prontuário eletrônico de pacientes é a melhor solução para sua clínica médica? Então, antes de tomar a decisão de qual software utilizar pesquise muito. 

O mercado já oferece inúmeras opções de sistemas com essa funcionalidade, logo, é preciso encontrar um que será mais adequado para as necessidades do seu negócio. 

Uma boa dica para avaliar as funcionalidades do sistema é realizando testes. A grande maioria das empresas do segmento oferecem testes gratuitos para que as instituições médicas utilizem suas plataformas para avaliarem a sua eficiência e aplicabilidade em seus respectivos negócios. 

2. Flexibilidade do sistema

As instituições médicas possuem procedimentos específicos, e muitas vezes os processos são bastante diferentes entre si. Logo, é importante buscar por um sistema que possa se adaptar às necessidades próprias do seu negócio

Por isso, uma boa dica na hora de procurar um sistema de prontuário eletrônico para sua clínica é focar nas possibilidades de personalização oferecidas. Procure por aqueles que oferecem customização das seções, campos, enfim, das informações que servirão para adequar o documento ao seu atendimento. 

Dessa forma, será possível desenvolver a ficha do paciente de forma personalizada também. Ou seja, com as informações mais importantes para cada caso, de acordo com cada quadro. E, com isso, o profissional será capaz de visualizar melhor as informações cruciais para oferecer então um diagnóstico mais assertivo. 

3. Verifique como é o suporte do sistema

É muito como o surgimento de dúvidas quando novidades chegam à nossa rotina. É preciso um período de adaptação quando mudanças tão significativas acontecem. 

A utilização do prontuário eletrônico pode ser considerada uma grande mudança no dia a dia dos profissionais de instituições médicas. Por isso, é importante avaliar a eficiência do suporte oferecido pelo software que será contratado. 

Procure empresas que ofereçam apoio não somente durante o período de implementação do sistema, mas que faça um acompanhamento constante das necessidades específicas da sua instituição. 

4. Seguranças das informações

É muito importante que instituições de saúde prezem pela segurança das informações e dados dos pacientes. Este é inclusive um dos principais receios de muitos gestores da área quando se fala sobre a inserção da tecnologia em suas rotinas. 

Por isso, na hora de escolher o melhor sistema de prontuário eletrônico para sua clínica é fundamental verificar a confiabilidade do mesmo. Avalie se o sistema possui algum tipo de tecnologia de segurança, como criptografia, armazenamento na nuvem, backups, etc. 

Procure por um sistema que seja acima de tudo, estável e confiável. 

5. Interface do sistema 

Um sistema de prontuário eletrônico deve possuir uma interface amigável e intuitiva. Ou seja, que possibilite o acesso através de diferentes dispositivos e que, de preferência, seja prático de usar. 

Dessa forma a adaptação ao novo processo será muito mais rápida e eficiente. Verifique também a possibilidade de anexar documentos importantes para o tratamento, como exames, laudos médicos, etc. 

Veja também: fizemos uma lista com os melhores aplicativos e softwares voltados para a área da saúde. Confira aqui. 

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Conheça as principais vantagens do prontuário eletrônico do paciente

O prontuário eletrônico do paciente é uma estratégia inovadora, que traz benefícios assistenciais e econômicos. De um lado se observa a integração dos dados do paciente, e do outro a redução dos custos operacionais. Além disso, muitos gestores de clínicas já vislumbraram as potencialidades dessa ferramenta para a otimização do faturamento. E os custos de implantação são […]
LEIA MAIS

Confira 4 dicas para escolher convênios médicos para sua clínica

Atender pacientes por meio de planos de saúde traz inúmeros benefícios para o negócio. Mas você sabe como escolher o convênio médico mais adequado para credenciar a sua clínica? O credenciamento oferece uma série de vantagens, como visibilidade para o negócio, aumento do número de pacientes e maior fluxo de caixa. No entanto, é preciso planejar e […]
LEIA MAIS

4 dicas para otimizar o faturamento hospitalar

É natural que os gestores ou coordenadores de clínicas busquem alternativas para otimizar o faturamento hospitalar, aprimorando a sua gestão e a sua organização. Por isso, algumas boas medidas são necessárias e devem ser colocadas em prática. Para que você saiba mais sobre o assunto e consiga, efetivamente, otimizar o faturamento da sua clínica, elaboramos […]
LEIA MAIS