fbpx

Marketing digital para a área da saúde: 3 dicas práticas

por maislaudo / Há 2 meses
marketing digital para a área da saúde

O marketing digital para a área da saúde é uma prática que cresce cada vez mais. Seja para atrair novos pacientes ou fidelizar os já existentes, as estratégias de marketing digital são fundamentais para a visibilidade da sua clínica médica.

Mas você sabe como se posicionar digitalmente? Quais estratégias devem ser adotadas por uma instituição de saúde? É o que você vai descobrir a seguir, continue a leitura e confira as dicas que preparamos.

Importância do marketing digital para a área da saúde

O digital é uma grande parte da nossa rotina atualmente. É fonte de informação, entretenimento, meio de comunicação, enfim, é uma realidade presente na vida da grande maioria da população.

Por isso, ele aparece também como uma oportunidade poderosa de negócio. Ignorar sua relevância é um grande erro.

A internet acaba sendo uma grande fonte de pesquisa quando o assunto é saúde. Logo, é importante inserir-se nesse meio e criar autoridade para com isso expandir o seu negócio. Dessa forma, sua clínica pode alcançar importantes resultados, como por exemplo:

  • Expansão do mercado
  • Otimização do atendimento
  • Fidelização dos clientes
  • Tornar-se referência na especialidade
  • Analisar e calcular o ROI

3 Passos para definir sua estratégia

Como dissemos anteriormente é importante que sua instituição de saúde esteja presente no meio digital. Porém, é fundamental que seja feito um posicionamento estratégico, com ações assertivas para o seu público alvo.

A seguir apresentamos alguns passos importantes para montar a melhor estratégia para o seu negócio. Confira

Primeiro passo: definir sua persona

A definição da persona deve ser o primeiro passo de qualquer estratégia digital. Afinal, toda a estratégia deve girar em torno dela, dessa forma você certifica-se de estar levando seu conteúdo para a pessoa certa, para quem você realmente quer atingir.

A ideia é entender com quem você lida no dia a dia, descobrir qual é a melhor forma de se comunicar com ela. Após essa definição, será possível criar conteúdos muito mais assertivos e específicos.

É possível ter mais de uma persona, porém não recomendamos a criação de mais de 4 perfis. Não seja muito genérico nessa definição e nem tão específico, ache o meio termo.

Separamos alguns questionamentos que podem ajudá-lo na definição da persona:

  • Quem é o seu potencial paciente (características físicas, demográficas e psicológicas)
  • Que tipo de assunto interessa a ele?
  • Quais são as atividades mais comuns que ele realiza (pessoalmente e profissionalmente)
  • Qual o seu nível de instrução? Quais são os seus desafios e obstáculos?
  • Que tipo de informações ele consome e em quais veículos?
  • Quem influencia as suas decisões?
  • Quais problemas ele enfrenta no dia a dia?
  • De que forma esses problemas o afetam?

Segundo passo – desenvolva conteúdo

Esse é o principal passo da estratégia de marketing digital para a área da saúde. A produção de conteúdo relevante é fundamental para atrair a sua persona.

O funil do marketing digital é uma boa referência para definir sua estratégia. O funil indica os diferentes estágios de relacionamento com a sua persona. Logo, deve-se criar conteúdos distintos para cada etapa.

dicas de marketing digital para a área da saúde

A etapa primordial é a atração, pois é quando você cria conteúdos extremamentes informativos para atrair sua persona. É o caminho direto da sua empresa com o paciente.

É dessa forma que sua empresa poderá ranquear no Google. Ou seja, quando as pessoas buscarem alguma informação, sua empresa estará lá para responder a dúvida.

O marketing de conteúdo pode ser disseminado de diversas formas, em blogs, nas redes sociais e com as palavras-chaves. É importante entender onde está o seu público e investir nos meios corretos.

Importante: o investimento em anúncios, como o Facebook Ads e o Instagram Ads são estratégias importantes para potencializar as chances de alcançar sua persona.

Terceiro passo: fase de relacionamento

Afinal, como criar um relacionamento utilizando-se do marketing digital para a área da saúde?

Muitas instituições da área da saúde não investem nesse relacionamento, não mantém contato com o seu paciente. É fundamental não somente atrair o público, mas também ter ferramentas para fidelizá-lo.

A nutrição dos leads é uma etapa importante para estabelecer autoridade, referência no meio. É preciso conversar com as pessoas, se fazer presente.

De que forma? O WhatsApp é uma excelente ferramenta para relacionamento, e você pode usufruir de ferramentas que vão automatizar esse processo.

Além disso, o e-mail marketing é uma das principais estratégias do marketing digital para a área da saúde. Com ele é possível criar fluxos de acordo com o comportamento do seu cliente. Ou seja, você automatiza os conteúdos enviados que são enviados de acordo com o interesse da pessoa.

Ferramentas como o RD Station são ideais para automatizar e simplificar esse processo.

E aí, gostaram das dicas? Você pode entender mais sobre os benefícios do Marketing Digital para a área da saúde nesse treinamento gratuito que a Mais Laudo organizou em parceria com o sócio diretor da E-dialog Agência de Marketing Digital, Renan Caixeiro.

Nele você vai conferir mais dicas práticas como essas, além de pegar diversas dicas de ferramentas que podem auxiliá-lo a otimizar sua presença no Marketing Digital. Clique aqui e confira!

OUTRAS PUBLICAÇÕES

3 dicas eficientes de como reduzir custos na área da saúde

Para uma boa administração de uma instituição de saúde é importante que se pense no negócio enquanto uma empresa como outra qualquer. Afinal, é o que ela é de fato. Por isso, ela vai passar por situações administrativas comuns a qualquer outro negócio em termos financeiros, jurídicos e afins. E um dos principais objetivos comuns […]
LEIA MAIS

Marketing médico: boas práticas para implantar na sua clínica

O marketing médico é uma estratégia necessária nos dias de hoje. Porém, deve ser delineada de forma a não inserir informações tendenciosas ou que estejam em desacordo com as normas preconizadas pelo conselho de ética. Além disso, o atendimento clínico e os serviços prestados devem ser uma constante para propiciar satisfação dos pacientes que disseminarão […]
LEIA MAIS