Confira 4 passos para evitar a glosa financeira

por maislaudo / Há 8 meses

A glosa financeira é um dos grandes problemas para as instituições de saúde, pois ela gera atraso no reembolso e pode comprometer a sustentabilidade da empresa, devido à quantidade de burocracias para apurar as falhas no processo.

Sendo assim, é fundamental que o gestor elabore medidas preventivas e adote intervenções imediatas para evitar que a glosa financeira não seja um evento periódico nas rotinas da clínica. Quer saber como evitar a glosa financeira? Então, acompanhe as dicas deste artigo. Boa leitura!

Afinal, o que é glosa financeira?

A glosa financeira acontece quando as operadoras de planos de saúde não realizam o pagamento dos custos referentes ao atendimento dos pacientes, em decorrência de falhas entre o que foi acordado em contrato e o que está descrito nos principais formulários. É o resultado de erros administrativos, técnicos e outros de responsabilidade dos planos de saúde.

As glosas administrativas são aquelas em que o valor faturado não corresponde ao que foi estabelecido entre as partes envolvidas. As glosas técnicas são apuradas pelos enfermeiros auditores, quando eles encontram inconformidades entre os procedimentos executados, as prescrições clínicas e os demais documentos dos pacientes.

Existem ainda aqueles problemas que foram “barrados” pelas operadoras de planos de saúde sem uma justificativa plausível. Eles podem estar relacionados ao desconhecimento da atualização da legislação que rege o setor.

Como evitar glosas financeiras?

Em primeiro lugar, é fundamental fazer um levantamento dos principais motivos das glosas financeiras para elaborar medidas corretivas e preventivas eficientes, que sejam constantemente avaliadas. Abaixo, veja como evitar esse problema em alguns passos:

1. Realizar uma gestão de autorização eficiente

É necessário se atentar a alguns detalhes que podem diminuir as glosas a partir dos processos de autorização via operadoras de planos de saúde. Cabe aos gestores considerar todos os aspectos que envolvem a realização de uma gestão mais eficiente, como: nome completo do paciente, número de registro do convênio, tipo de procedimento a ser realizado, entre outros.

É importante delegar essa atividade a um responsável que tenha bom domínio da rotina, além de fazer rodízios entre os funcionários para aumentar as chances de identificação de possíveis erros durante o processo.

2. Fazer auditoria interna

A auditora interna é uma das ações vantajosas para evitar a glosa financeira, pois ela reduz consideravelmente os erros após o envio das informações clínicas aos planos de saúde.

É crucial manter a auditoria constante, investir em capacitação sempre que necessário e dar prioridades aos procedimentos de alta complexidade ou àqueles que já são conhecidos por serem passíveis de glosa financeira.

3. Adotar um sistema de gestão

Em tempos de diversidade nos recursos tecnológicos, fica difícil para os gestores clínicos conseguirem manter uma instituição funcionando adequadamente sem um excelente sistema de gestão.

Por isso, é essencial obter um sistema integrado aos demais setores da instituição de saúde, que forneça informações confiáveis e alinhadas aos pressupostos financeiros das operadoras de convênios médicos.

4. Organizar as datas de faturamento

Instituições clínicas que utilizam diversos convênios devem estar sempre em busca de soluções para evitar a perda de prazos para faturamento. Uma ação eficaz nesse sentido é a elaboração de um planejamento de datas adequado.

Em alguns casos, essas informações médicas devem ser alimentadas pelo sistema de gestão, a partir de lembretes ao longo dos dias para relembrar os gestores de suas responsabilidades e agilizar esse processo.

Portanto, as glosas financeiras são empecilhos que devem ser evitados pelas empresas de saúde. Para isso, os gestores devem investir em recursos tecnológicos eficientes, na capacitação de funcionários, com a implantação de auditorias, e na avaliação frequente de prazos para envio de documentos às operadoras de saúde. Com essas medidas, os erros tendem ser evitados e a empresa se manterá equilibrada financeiramente.

Agora que você sabe como evitar a glosa financeira, quer receber outras dicas e acompanhar as nossas novidades? Assine agora a nossa newsletter.

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Pacientes faltantes: 3 soluções para evitar esse problema

Pacientes faltantes constituem um problema complexo nas instituições de saúde. As causas são diversas e as consequências drásticas. Por isso, é importante elaborar estratégias para minimizar os danos e melhorar essa situação. Dessa maneira, fazer um levantamento do perfil dos pacientes faltantes, das atividades internas que contribuem para esse cenário e de outros quesitos que podem influenciar nessa […]
LEIA MAIS

4 passos para o planejamento estratégico da clínica

Dentro da universidade os futuros profissionais de saúde não recebem muita instrução de como ser um empresário, de como gerir os recursos, de como fazer um ambiente ser eficiente. Isso pode oferecer uma dificuldade a mais para aqueles que desejam abrir a sua própria empresa. O planejamento estratégico da clínica requer conhecimentos que estão fora […]
LEIA MAIS

Mercado de saúde: confira 4 tendências em 2017

Grande parte das tendências no mercado de saúde para 2017 tem a ver com a tecnologia.Serviços como a telemedicina – ou a capacidade de atendimento em qualquer localidade – vieram para ficar em consultórios médicos e hospitais. Outras mudanças, como a desospitalização (movimento que incentiva tempo de internação menor oferecendo suporte para continuidade do tratamento […]
LEIA MAIS